Ficha de Vita "Isaac" Wemyss

Ir em baixo

Ficha de Vita "Isaac" Wemyss

Mensagem por Isaac Wemyss em Sab Jan 10, 2015 4:10 pm

Ficha de Vita “Isaac” Wemyss




Nome:  Vita “Isaac” Wemyss
 
Idade: 20 anos
 
Raça: Humana
 
Sexo: Feminino
 
Local de Nascença: Quaneph, Iskandar.
 
Localização Atual: Ankais, Ylaen.
 
----------------------------------------------------------------------------------------|
Nível Inicial: 1
Nível de Augmentação: 9/10 (q horro gemt)
Experiência Inicial: 0/100
Dinheiro: 400 Crinats (;-;)

----------------------------------------------------------------------------------------|

Armas: Adaga Rinqo (-200 Crinats), Adaga Rinqo (-200 Crinats).
Armaduras e Roupas: Colete de Kevlar Reforçado (-200 Crinat).
Augmentações: Implante Auricular (-300 Crinats), Mio-Nanites (-700 Crinats)
Gadgets: Não tenho -chora-

--------------------------------------------------------------------------------------|

Aparência: Isaac/Vita tem a pele ligeiramente morena, lisa mas com alguns raros sinais espalhados pelo corpo. Um desses é seu característico, localizado no pescoço perto da região das clavículas, porém é normal estar sempre escondido debaixo das suas roupas. Para um(a) jovem de sua idade, Isaac/Vita é considerado um tanto franzino(a); mede 1,65m e pesa 54,5kg. Suas feições são delicadas, quase infantis, apesar de possuir uma pequena cicatriz no lado direito do lábio, e seus cabelos são curtos e castanhos. Embora sejam lisos, estão comumente eletrizados (espetados) e recaídos sobre sua testa e nuca. Isaac/Vita não presta muita atenção com a sua aparência, e não gosta de gastar dinheiro com roupas novas, por isso suas vestes na maioria das vezes são surradas. Costuma usar seu jeans escuro tradicional e um moletom preto com detalhes em lilás quando não está quente. Já, em outras circunstâncias, prefere trocar o moletom por uma camiseta de malha clara. Uma das coisas especiais no(a) jovem é o seu cheiro, sempre muito bom com uma essência cítrica exótica. Era o perfume preferido de sua mãe*, por isso decidiu usá-lo para estar sempre lembrando-se dela. A voz de Isaac/Vita é doce, mais puxada para o agudo por ser musical. No entanto, o(a) jovem sempre usa um tom baixo para conversar com as outras pessoas, o que acaba tornando sua voz mais rouca e suave do que é na verdade.
*Bellatrix
 
 
Personalidade: Isaac/Vita pode ser considerado(a) uma pessoa extrovertida quando está em um pequeno círculo de amigos ou conhecendo poucas pessoas, porém sua personalidade muda drasticamente quando entra em algum lugar apertado e com muita gente. O(A) jovem não tem preconceito com outras raças, muito pelo contrário, por ser um(a) humano(a), teve de experimentar muita coisa desagradável e por isso aprendeu a respeitar todos de maneira igual. Porém, acabou criando uma arrogância inevitável, por estar sempre querendo provar para todos que pode ser importante, que a sua raça não é imigrante e que tem espaço em Solaris. Por causa do seu passado, Isaac/Vita pode ter um temperamento um tanto instável, e raiva ou até mesmo tristeza podem ser engatilhados com um simples ato de alguém. Não gosta de locais pequenos e amontoados de gente, sempre que pode, foge de lá. É bastante inteligente, gosta de ler e aprender coisas novas. Está sempre tentando estar a par sobre tudo, e tem um ouvido especial para conversas da polícia. É uma pessoa generosa também, pois o seu passado lhe ensinou a dividir tudo que tinha com quem quer que precisasse.  
 
 
 
História: Para que vocês entendam o início da ficha, terei de contar a história de Isaac primeiro. E mais além, contar um pouco antes do rapaz ter nascido. Espero que não fique tão chato de ler tudo isso, mas aqui vamos nós.
Tudo começou em uma madrugada quente, quando uma jovem chamada Bellatrix Dawson decidiu fugir de casa para juntar-se a um circo itinerante, o seu sonho de vida. Viajou para várias cidades junto de seus novos amigos, conheceu culturas e apresentou-se em grandes locais. Mas o mais marcante, conheceu um jovem humano chamado Roland Garnett, em Nexus, Ëa. No auge dos seus vinte e dois anos, com os hormônios a flor da pele, Bellatrix acabou se comprometendo com Roland por três noites. As três noites que ficaria na cidade para as apresentações. Porém, o que levou embora daquela cidade no último dia não foi só a maravilhosa experiência de ter estado lá, mas uma criança. Quando descobriu, Bellatrix tentou manter em segredo do circo por medo de ter que partir, mas ao contrário do que imaginava, a notícia foi muito bem recebida pelos seus amigos. Por nove meses a apoiaram e cuidaram de sua saúde como uma família unida, até que finalmente Isaac nasceu. Era um bebê saudável e risonho, que cresceu influenciado pelas boas maneiras dos companheiros do circo e de sua mãe. Aos cinco anos de idade, começou a aprimorar algumas habilidades como malabarismo e equilíbrio, mas o jovem não fora feito para aquilo. O que o encantava eram máquinas, computadores, a rede mundial. Bellatrix, algum tempo depois, conseguiu comprar equipamentos para o seu filho e surpreendeu-se com a velocidade dele de aprender a mexer naquilo tudo. Passou por sua mente que talvez fosse a hora de se ajeitar em alguma cidade, para que Isaac pudesse crescer bem, mas pensava em toda a sua vida no circo e sabia que não estava disposta a deixar aquilo para trás. Além do mais, o jovenzinho também não parecia incomodado com toda a loucura ao seu redor. Não, ele se divertia todos os dias com novas aventuras, e acabava também conhecendo outros lugares dos quais crianças de sua idade não faziam ideia da existência.      
O tempo passou e assim como as belezas daquele mundo foram se mostrando para Isaac, os terrores e preconceitos também. O rapaz não se conformava com tanta disparidade nas cidades, era terrível ver as classes mais pobres sofrendo sem o mínimo básico para se ter uma boa condição de vida. Para ele, que vivia com uma grande família compreensível, era fácil viver. Mas ao ver tanta gente sofrendo nas ruas sujas das cidades, Isaac começou a pensar nos seus privilégios e o que poderia fazer para mudar toda aquela desigualdade. Para tal, o jovem tomou uma decisão única na vida de deixar o circo e sua mãe. Naquele final de tarde, explicou o que tinha em mente e como se sentia para Bellatrix, que aceitou a decisão de seu filho. Além do mais, não era como se nunca mais fossem se ver, já que o circo estava sempre viajando e uma hora, acabaria parando na cidade onde Isaac estava. O lugar escolhido pelo jovem para recomeçar sua vida foi Ankais. Arranjou um trabalho simples e focou-se em montar grupos de protesto contra a polícia, que quase sempre invadia a cidade baixa de Ankais e acabava assassinando inocentes. Por bastante tempo fez isso e acabou tornando-se conhecido até por alguns magnatas da cidade alta, não que isso fosse bom, por que na maioria das vezes só lhe causava problemas. Foi quando, com 16 anos, conheceu uma menina chamada Vita Wemyss, vinda de uma das naves humanas ilegalmente. Isaac viu nela todo o sofrimento que sua raça tinha de suportar em Solaris, e decidiu ensiná-la tudo aquilo que havia aprendido até agora. Queria ter certeza de que ela conseguiria se virar nessa selva de mundo (ui). Com o passar dos meses, os dois tornaram-se muito amigos e Isaac passou a frequentar a casa de Vita. Muitas situações ocorreram enquanto estavam juntos, como o nascimento de Devany, irmã mais nova de Vita, e a abertura do restaurante de Chrystal (mãe da Vita). O jovem passou a ser considerado da família e inclusive começou a ajudar no restaurante, apesar de ainda focar-se nos protestos dos seus grupos.               
O atrito entre a polícia e os protestantes só aumentava com o passar dos anos, mas Isaac não desistia disso. O sonho de fazer um mundo melhor para todos ainda fresco em sua mente, porém, em um dia de protesto, um desastre aconteceu. Só conseguia ver Vita e o sangue escorrendo, e não conseguia acreditar naquilo. O que aconteceria depois? Não podia acabar assim. O jovem se sentia culpado por tê-la trazido para o protesto, se não fosse por ele, aquilo não teria acontecido. “Não deixe que me esqueçam... por favor...” foram suas últimas palavras, antes que o inevitável acontecesse.

Agora, posso explicar-lhes a história de Vita para que você entenda o que raios está acontecendo aqui.

Nascida em Quaneph, uma cidade da nave Iskandar, Vita tinha uma vida razoável com seus pais donos de um restaurante. Alastair, um homem bastante atarefado, quase nunca parava em casa e estava sempre lidando com a papelada do seu negócio, já Chrystal adorava passar tempo com sua filha e ensinar-lhe tudo que sabia. As duas passavam muitos bons momentos juntas, contudo não esperavam o que estava para acontecer. Com os negócios indo de mal a pior, Alastair começou a beber e já não conseguia mais lidar com suas tarefas. Perdeu dinheiro, perdeu o restaurante e estava para perder a casa se não fosse por Chrystal ter arranjado uma maneira de dividir o lugar com outras pessoas. No entanto, ainda que conseguissem viver com o mínimo necessário, Alastair parecia sempre querer mais, e essa vontade tornou-se, com o tempo, violência. Por estar sempre bêbado, o homem acabava entrando em brigas nas ruas, até que trouxe-as para dentro de casa. Enquanto estava acordado, era um terror para todos que o rodeavam. Certa noite, Vita estava no quarto de seus pais descansando, quando foi acordada abruptamente com o som de um grito abafado. Ao abrir os olhos, viu Alastair espancando sua mãe e não soube o que fazer. O homem ordenou que ficasse calada e que não reagisse, caso contrário, o mesmo aconteceria com ela. E por alguns meses foi assim, até Vita não conseguir mais aguentar ver sua mãe sofrer. Puxou um revólver magnético que seu pai guardava no armário e mirou no homem, seu objetivo sendo apenas para amedrontá-lo. Mas não esperava que a trava de segurança não estivesse puxada, e então o tiro perfurou um pouco abaixo de seu peito. Aquilo pegou-lhe de surpresa, tanto Vita quanto Chrystal não sabiam o que fazer. Era provável que as outras pessoas que viviam na casa tivessem escutado, e do jeito que estava a polícia em Quaneph, não haveria como escaparem. Foi então que Chrystal decidiu fugir junto de sua filha, esconderam-se em um dos ônibus espaciais e foram para Ankais, em Ylaen. Apesar de estar em uma nova cidade, Vita estava traumatizada com o ocorrido. A garota não comia, dormia, nem mesmo vivia direito. Não sabia como lidar com o fato de que havia assassinado alguém, por pior que essa pessoa fosse. Era muita pressão nos seus ombros, nem mesmo sua mãe conseguia melhorar o seu ânimo. No entanto, uma notícia veio para mudar a vida das Wemyss, quando Chrystal descobriu que estava grávida de algumas semanas. Vita ainda não conseguia deixar de chorar todas as noites pelo ocorrido, mas decidiu que iria se tornar uma boa pessoa para ajudar sua mãe e irmã. Iria pagar pelo seu crime.    
Depois de algum tempo em Ankais, tendo que lidar com a pobreza da parte baixa da cidade, Vita conheceu um rapaz chamado Isaac. Com ele, começou a superar suas dores e pesadelos, e inclusive aprendeu habilidades únicas como manusear adagas. Segundo Isaac, era uma lembrança de seu tempo em um circo itinerante onde viveu grande parte da sua vida. Disse ele que se a garota quisesse sobreviver naquele mundo selvagem, teria de aprender a se cuidar sozinha, e se não estava disposta a usar armas de “fogo”, então que aprendesse a usar armas brancas. Outra coisa que a encantou foram os computadores, e a facilidade com que Isaac a ensinava tudo que sabia. Curiosa por natureza, a menina começou a passar bastante tempo junto do grupo do rapaz, e acabou incluída com as massas de protesto contra a polícia. Foi lá que Vita se encontrou como pessoa, e decidiu que faria aquilo para ajudar todos que estavam sofrendo. Se ajudasse bastante gente, o seu crime cometido poderia ser apagado, não? A garota sabia que era ingenuidade pensar assim, mas de certa forma, a acalmava.      
Nove meses se passaram com uma velocidade surpreendente, e logo Devany nasceu. Junto dela, as coisas pareceram se encaminhar para um bom lugar e Chrystal conseguiu abrir o seu bar na parte baixa de Ankais. Era simples, mas a mulher fazia o possível para ajudar os mais carentes. Todo o final de semana fazia almoço e janta para a comunidade, e inclusive tentava distribuir cobertores para aqueles que estivessem com frio. Com toda essa ajuda, o bar começou a tornar-se famoso entre a população mais pobre, e acabavam sempre indo lá, pois sabiam que podiam confiar nas Wemyss. Enquanto isso, Vita se focava nos estudos com Isaac e praticava todos os dias o que o rapaz tinha para ensinar-lhe. Conheceu melhor o círculo de amigos íntimos dele, e inclusive aos quinze iniciou uma relação com um jovem chamado Lahos. Com o tempo, Vita percebeu as injustiças que aconteciam na cidade baixa, e por ser uma adoradora da cultura humana, passou a pesquisar tudo sobre a história de sua raça. Agora que já conseguia acessar os arquivos mais profundos da internet, era mais fácil de encontrar o que queria. Porém, um dia de protesto foi o necessário para desprendê-la dos seus desejos. Um dia de protesto onde o pior ocorreu e Isaac foi ferido gravemente. Sem saber o que fazer, levou-o até a sua casa e tratou como podia, mas a polícia lá fora impossibilitava que pudesse sair para comprar qualquer remédio. O rapaz pereceu nas suas mãos, com apenas uma frase: Não deixe que me esqueçam... por favor... Vita não sabia o que fazer. Os protestos e grupos acabariam se diluindo com a morte do seu “líder”, e a polícia finalmente conseguiria vencer e aterrorizar mais a parte baixa de Ankais. Mas não, a garota não deixaria. Não depois de todo o tempo que Isaac havia investido em ensiná-la tudo que sabia. Decidiu, naquele mesmo dia, tomar o seu lugar e forjar a sua própria morte. Com a ajuda de sua mãe e o círculo de amigos íntimos de Isaac, Vita tornou-se aquele rapaz. Passou a vestir suas roupas, a agir como ele. Não vou deixar que os seus esforços sejam jogados por água abaixo Isaac.
Uma curiosidade é que Vita adora a história de Robin Hood, um antigo conto humano, e adotou suas crenças. Começou a usar seus conhecimentos para roubar certas quantias de dinheiro de contas ricas e distribuir entre os mais carentes das partes baixas. A garota também não podia negar que estava fazendo aquilo só para irritar mais a polícia, que não conseguia identificar quem estava por trás dos golpes.

Conhecimento Prévio: Por trabalhar no bar de sua mãe, Vita começou a praticar misturas de bebidas e acabou se tornando uma ótima bargirl (barman no caso). Também, com a ajuda de Isaac, se tornou habilidosa com adagas e tem uma ótima mira para lançá-las. Vita gosta bastante de computadores e jogos, e passa bastante parte do seu tempo desbravando as redes por aí. Depois de passar bastante tempo com Isaac e seus amigos, Vita acabou gostando de mecânica e focou os seus estudos nisso. Por causa da prática, conseguiu construir uma moto simples, a qual usa sempre para sair pela cidade.
 
----------------------------------------------------------------------------------------|



Pontos de Habilidades Disponíveis: 5 [para todos, não mudar]
 
Habilidades do Personagem:

1. Princípios da Eletrônica (Psv.)
Spoiler:
Descr: por meio de muitos estudos nas mais variadas áreas das ciências da informação, seu personagem será capaz de, por si só, construir e modificar equipamentos eletrônicos e máquinas simples.
 
PR: nenhum (habilidade base da árvore)
 
NdN: 1

1. Invasão (Atv.)
 
Spoiler:
Descr: após vários estudos em software, sistemas de informação e criptografia, seu personagem será capaz de invadir programas e computadores conectados a Cybernet. Esta habilidade possui 4 níveis. No nível 1, seu personagem será capaz de invadir computadores com uma taxa de sucesso de 60%. A cada nível, as chances aumentam em 10%
 
PR: nenhum (habilidade básica da árvore)
 
NdN: 4

 
2. Cracking (Atv.)
Spoiler:
Descr: após vários estudos na “arte não tão lícita de invadir computadores”, seu personagem será capaz de invadir programas contidos nesse computador (ou nas máquinas operadas pelo computador) e desmantela-lo, tornando o suposto programa inutilizável. Além de poder crackear programas, essa habilidade também pode “descrackear” programas corrompidos ou recuperar arquivos apagados.
 
PR: Invasão
 
NdN: 1

 

1. Maestria Iônica (Psv.)
Spoiler:
Desc: Por meio de vários treinamentos físicos e estudos, seu personagem será capaz de melhor manusear as lâminas ionizadas.
 
PR: nenhum (habilidade base da árvore)
 
NdN: 1
 
 
 
2. Maestria das Lâminas (Psv.)
Spoiler:
Desc: por meio de vários treinamentos físicos, seu personagem será capaz de realizar ataques mais velozes e mais fortes, além de poder defender-se de outros ataques com a lâmina da sua espada.
 
Nota: esta habilidade vale para todos os tipos de armas de curto alcance
 
PR: Maestria Iônica ou Maestria Plasmática
 
NdN: 1
avatar
Isaac Wemyss

Mensagens : 79
Data de inscrição : 10/01/2015
Localização : Ankais, Ylaen

Ver perfil do usuário http://en.wikipedia.org/wiki/Clan_Wemyss

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ficha de Vita "Isaac" Wemyss

Mensagem por Escritor do Destino 1 em Sab Jan 10, 2015 8:03 pm

[FICHA ACEITA]

Escritor do Destino 1

Mensagens : 44
Data de inscrição : 22/11/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum